terça-feira, 6 de dezembro de 2011

COMO ÁGUIA

Sou como uma águia
que vaga triste pelo firmamento
em busca da felicidade.

Porque a felicidade não está
na aparente liberdade de pleno voo
e sim no coração aberto para o amor.

Não é feliz
o homem que fecha o seu coração,
porque esta é a pior das prisões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como boneca de louça

Olho todos a minha volta nada sabem do meu ser e o que mais me revolta é que fingem não me ver. Busco falar com as portas com as jan...