Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2011

AUTOPSICOGRAFIA

O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.

E os que lêem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,
Não as duas que ele teve,
Mas só a que eles não têm.

E assim nas calhas da roda
Gira, a entreter a razão,
Esse comboio de corda
Que se chama o coração. Fernando Pessoa

BIBLIOTECA : ÁRVORE DO SABER

A biblioteca que agora Vocês acabam de visitar Como a gente, tem sua história Essa, eu faço questão de contar.
Assim como uma sementinha Que vai brotando no chão Foi a reforma da biblioteca Com caliça, suor e dedicação.
Projetos guardados na gaveta Sem serventia e prontidão Estavam amarelando Como folhas secas ao chão.
Foi então que nossa escola Por seu projeto , foi contemplada Assim como toda árvore podada Teve suas folhas renovadas.
Cerâmicas e janelas Cortinas e apetrechos Foram dando um colorido Especial e acolhedor Como uma árvore frondosa Espalhando seu esplendor.
A árvore do conhecimento Estando prestes a florir Vai levando contentamento Aos que aqui estão e os que estão por vir.
Os alunos esses sim , Ao serem bem cuidados Serão frutos de sabedoria Pela vida preservados.
Suas raízes hão de ser Fortes, firmes e duradouras Com a música, a arte e as letras E outras fontesinspiradoras.