sábado, 7 de julho de 2012

LEMBRANÇAS

Seja manhã de chuva
seja manhã bela
um pássaro vem se postar
de fronte minha janela.
Cantar segredos de um amor
que longe está a viver
no infinito, na imensidão
talvez no entardecer.
Entardecer triste e sereno
que faz lembrar seus olhos
perdidos no infinito
infinito dos teus sonhos.
17.09.93

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como boneca de louça

Olho todos a minha volta nada sabem do meu ser e o que mais me revolta é que fingem não me ver. Busco falar com as portas com as jan...