quinta-feira, 7 de julho de 2011

MULHER-SEM-CABEÇA



Minha cabeça parece ventilador
Girando sem parar
Jogando coisas para todo lado
Ficando cheia apenas de vento.

Um vazio, vazio.
Um eco, oco.
Cadê?
Meus neurônios onde estão?
Minhas ideias quem as roubou?
Meu coração quem feriu?
Meu sonho para onde voou?
Minha realização quem a viu?
Minha vida quem a matou?

19/04/2011









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como boneca de louça

Olho todos a minha volta nada sabem do meu ser e o que mais me revolta é que fingem não me ver. Busco falar com as portas com as jan...